terça-feira, 11 de março de 2008

do mar...


"A Menina pôs a sua cabeça dentro do cálice da rosa e respirou longamente.
Depois levantou a cabeça e disse suspirando:
- É um perfume maravilhoso. No mar não há nenhum perfume assim. Mas
estou tonta e um bocadinho triste. As coisas da terra são esquisitas. São
diferentes das coisas do mar. No mar há monstros e perigos, mas as coisas
bonitas são alegres. Na terra há tristeza dentro das coisas bonitas."


"A Menina do Mar", Sophia de Mello Breyner Andresen

1 comentário:

wandolas disse...

Cada vez as coisas da terra são mais esquisitas e penso que não se verá mudança tão depressa ...
Apetece por vezes sair deste planeta.
bjinhos.