quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

No percurso da vida...nas folhas amachucadas...

...há encontros, desencontros e alguns encontrões.




Poema em linha recta
Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.
E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cómico criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado,
Para fora da possiblidade do soco;
Eu que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu que verifico que não tenho par nisto neste mundo.

Álvaro de Campos

6 comentários:

deep disse...

Este é um dos poemas de Álvaro de Campos que mais me ocorre, sobretudo quando dou conta da arrogância de certas pessoas à minha volta, pessoas que não admitem aos outros - nem a elas próprias - o mínimo erro, pessoas que têm a ilusão de que são superiores aos outros.

A vida é mesmo assim: feita de encontros, desencontros e encontrões - até destes temos que aprender a tirar partido.

Um óptimo domingo p'ra ti. Por cá chove, na serra já nevou.

Beijocas

Ana disse...

por cá o tempo está mais calmo, menos frio...por avizinha-se tempestada????? deixa lá, virá sempre a bonança depois da tempestade.
bjoca e bom domingo

Ana disse...

faltou-me um "aí" ali em cima...8)

Um pedaço de azul... um BloGui diferente disse...

Bom... deixa lá os encontrões... bom, alguns... porque por mim podes "ir de encontro" mais vezes a essa máquina fotográfica que regista, e tão bem, esses teus pontos de vista, essas imagens simples e belas que registas... sempre... tão bem!

Elsa PP

Ana disse...

obrigada pelo elogio, assim fico sem jeito...
um beijito

Anónimo disse...

Apetecia-m dizer qq coisa... só m ocorre q dessas imperfeições é q sou feita, mais ainda todas as outras q ñ sei acrescentar por ñ ser poeta(isa)....

Imagens fantásticas!!!

Bjis

rubia