domingo, 2 de dezembro de 2007

insanidade....



Há momentos na nossa vida que julgamos elouquecer, até ao momento em que encontramos outro louco, que tal como nós, julga estar a elouquecer. Então ficamos felizes porque afinal julgamos não estar loucos...

perceberam alguma coisa??? Também não...

1 comentário:

deep disse...

"Mas afinal o que vem a ser a loucura? (...)
Que a loucura, no fundo, é como tantas outras, uma questão de maioria. A vida é uma convenção: isto é vermelho, aquilo é branco, unicamente porque se determinou chamar à cor disto vermelho e à cor daquilo branco. A maior parte dos homens adoptou um sistema determinado de convenções: é a gente de juízo...

Pelo contrário, um número reduzido de indivíduos vê os objectos com outros olhos, chama-lhes outros nomes, pensa de maneira diferente, encara a vida de modo diverso. Como estão em minoria, são doidos...

Enganaram-se vocês e os médicos com isso a que chamaram loucura. O vosso espírito é demasiadamente acanhado para compreender tudo quanto não seja o comum... o vulgar (...).”

Mário de Sá-Carneiro, Loucura


Como eu adoro este texto!!!

Beijocas grandes